Cursar uma universidade ou pós-graduação a distância possui muito mais vantagens do que se imagina, tanto que a modalidade atualmente cresce mais do que o ensino presencial e deve alcançar 2 milhões de estudantes brasileiros este ano. Atraídos por inúmeros benefícios, como flexibilidade e mensalidades acessíveis, esses milhões de alunos têm aderido ao ensino a distância (EAD) como porta de entrada para o mercado de trabalho.

Sem falar que a EAD também derrubou algumas barreiras da educação, como limitações geográficas e fatores como idade, já que muitas vezes as pessoas mais jovens acabam tendo mais tempo disponível para frequentar uma faculdade. Se você ainda tem alguma dúvida sobre fazer uma faculdade ou pós EAD, confira 5 motivos que vão fazer você mudar de ideia!

1 – Flexibilidade e tempo livre

A EAD oferece a possibilidade de conciliar estudos com outros planos e obrigações. É a opção ideal para quem trabalha todos os dias, tem filhos ou mora longe de uma instituição de ensino. Basta acesso à internet. Na educação a distância, o aluno precisa dedicar, em média, cerca de 1h14min por dia por disciplina. Geralmente, as instituições oferecem duas ou três matérias simultaneamente, ou seja, um total de 2h30 de estudo por dia. Você planeja seu horário de estudo de acordo com sua disponibilidade e ainda sobra um tempo livre!

2 – Suporte diferenciado

Diferente de uma sala de aula, na EAD as aulas são gravadas e o aluno pode assisti-las novamente se ficar sem entender algum conteúdo. Ainda ficou em dúvida? Há diversas formas de contato com os professores online, seja por e-mail, chat on-line, central de mensagens e ambientes virtuais tira dúvida. Sem contar que as disciplinas são complementadas por materiais impressos e digitais desenvolvidos por especialistas que ainda trazem outras recomendações de leituras.

3 – Empregabilidade

Algumas pessoas podem até achar que estudar a distância é mais fácil do que frequentar uma instituição ou duvidar se irá conseguir um emprego com diploma EAD. Ledo engano. Na educação a distância, o aluno precisa se dedicar tanto quanto em um curso presencial, além de desenvolver habilidades de autonomia, planejamento e organização. O aluno de EAD é o protagonista de seu estudo e toma decisões o tempo todo sobre ele. No final, esse esforço será recompensado, sem contar que esses são diferenciais extremamente cobiçados pelos empregadores.

4 – Custo-benefício

Você sabia que a mensalidade de um curso a distância pode ser até 4 vezes mais barata do que no presencial? Isso porque várias despesas da estrutura física de uma universidade ou faculdade são embutidas no valor da mensalidade. Na EAD, o aluno paga pelo que aprende e, ainda, economiza com outros gastos, como transporte diário até a instituição e alimentação. Além disso, muitas instituições, como a Universidade de Uberaba (Uniube) ainda oferecem bolsas de até 50% para os alunos que fizeram o ensino médio em escolas públicas.

 5- Tendência mundial

A internet mudou a forma como vivemos e interagimos com as pessoas, e também transformou a educação e a relação entre estudantes e instituições. Por isso, estudar a distância virou moda nos últimos anos, tornando-se uma grande tendência no mundo e no Brasil, já que é preciso apenas de um computador ou celular com acesso à internet. Direto ao ponto: todo mundo fez ou ainda vai fazer um curso a distância na vida!

EAD: qualidade e tradição

Não restam dúvidas de que a educação a distância deixou de ser algo do futuro, ou mesmo experimental, para se tornar uma realidade. Com 70 anos de história em educação, a Uniube possui mais de 15 anos de experiência e reputação em EAD e já formou mais de 30 mil alunos na modalidade. EAD também é sinônimo de qualidade e tradição, por isso pesquise bem a instituição em que você pretende fazer seu curso a distância.

A Uniube oferece mais de 25 cursos de graduação, pós-graduação, extensão e sequenciais a distância em todas as áreas do conhecimento. Os encontros presenciais acontecem em mais de 50 polos distribuídos entre mais de 15 Estados: Amazonas (AM), Bahia (BA), Ceará (CE), Distrito Federal (DF), Espírito Santo (ES), Goiás (GO), Minas Gerais (MG), Mato Grosso do Sul (MS), Pará (PA), Paraná (PR), Rio de Janeiro (RJ), Rondônia (RO), Rio Grande do Sul (RS), Santa Catarina (SC), Sergipe (SE) e São Paulo (SP). Saiba mais: www.uniube.br.