O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), programa do Governo Federal que financia até 100% da graduação para os estudantes matriculados em cursos superiores de universidades privadas, já beneficiou milhares de estudantes pelo país. A partir de 2018, o Fies terá novas regras para as 310 mil vagas que serão ofertadas sob três novas modalidades de contrato.

Dentre as maiores mudanças, o pagamento dos empréstimos com desconto automático no salário do estudante, de no máximo 10% da renda, após o mesmo concluir o curso e conseguir um emprego formal. A forma de pagamento substitui o prazo de 18 meses após conclusão do curso estabelecido até então. Para os alunos com renda familiar per capita até três salários mínimos, a taxa de juro do empréstimo é zero.

Os contratos fechados em 2017 não sofrerão alterações. Em vez de uma única modalidade, destinada a universitários de todo o país com renda familiar per capita de até 3 salários mínimos, o Fies funcionará a partir de três contratos. Os empréstimos variam acordo com a renda familiar per capita do universitário, de até 5 salários mínimos, e com a região, com regras específicas para Norte, Nordeste e Centro.

Para solicitar o Fies, o aluno deve obrigatoriamente ter realizado o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e obtido nota média acima de 450 pontos e acima de zero na redação.

Entenda o Novo Fies e descubra em qual modalidade você se encaixa:

Fies 1  

Para quem: universitários de todo o país com renda familiar per capita de até três salários mínimos

Juros: taxa de juros zero e valor corrigido pela inflação

Pagamento: descontado automaticamente do salário, por meio de parcelas de no máximo 10% da renda mensal

Vagas e recursos: oferta de 100 mil vagas com fonte de recursos da União.

 

Fies 2

Para quem: estudantes com renda familiar per capita até cinco salários mínimos, moradores das regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste

Juros: taxa de juros de 3% ao ano, além de correção monetária

Pagamento: descontado automaticamente do salário, por meio de parcelas de no máximo 10% da renda mensal

Vagas e recursos: 150 mil vagas financiadas pelos fundos constitucionais regionais

Fies 3

Para quem: alunos de todo o país com renda familiar per capita de até cinco salários mínimos

Juros: taxa ainda não definida

Pagamento: descontado automaticamente do salário, por meio de parcelas de no máximo 10% da renda mensal

Vagas e recursos: 60 mil vagas com recursos do BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social) e dos fundos de desenvolvimento do Nordeste, Norte e Centro-Oeste

Por meio do Fies você financia até 100% do seu curso na Uniube e paga só depois de se formar, mediante análise e aprovação. Ficou interessado? Conheça os programas de benefícios da Uniube: clique aqui!